Últimas

A carregar…

Something went wrong. Please refresh the page and/or try again.



Estamos a viver um tempo que mudará os tempos. Como podemos ficar imóveis com essa força a crescer-nos nos dedos e essa raiva a nascer-nos nos dentes?

O que fazemos à nossa vontade de lutar e ao nosso ímpeto de dançar? Ainda não sabemos, ainda estamos a criar e transformar os nossos dias que, de repente, são vividos ao minuto. Mas estamos juntos, mesmo afastados. Queremos estar juntos.

Continua a Ler