Rebels on the Mov(i)e #6 – “Passarinhos e Passarões”

O Marcello e o filho dele, Ninetto, andam pelas periferias de Roma, acompanhados por um corvo (“um intelectual de esquerda de antes da morte de Palmiro Togliatti”) que não pára de disparar recomendações, conselhos e considerações filosófico-políticas. Começa assim a sua viagem numa paisagem metafísica, onde os homens são pequeninos e quase se perdem no pano de fundo preto e branco no cenário campestre de Roma. Para onde é que vão? Para lado nenhum: o Marcello e o Ninetto encontram camponeses desgraçados, proprietários armados, actores num Cadillac estragada, um engenheiro feroz, participam no funeral de Togliatti, viajam no tempo para pregar aos pássaros; mas, como diz o corvo “o caminho começa, a viagem já terminou”. Dirigido em 1966 por Pier Paolo Pasolini, tendo como protagonistas Totò e Ninetto Davoli (e o corvo, claro), Uccellacci e Uccellini é um filme poético, político e metafísico, que mistura neorrealismo e surrealismo – Passarinhos e Passarões parece um À Espera de Godot em movimento, dirigido por um Luis Buñuel apaixonado pela vida dos pobres.

Bónus: a banda sonora original é de Ennio Morricone e o Domenico Modugno canta (?!) os créditos do filme.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: