Rebels on the Mov(i)e #12 | Down By Law

Jim Jarmusch cria, em Down By Law, um alegre encontro entre três amigos devido a uma estadia forçada numa cela prisional em Nova Orleans. Os três têm diferentes origens sociais: Jack (John Lurie), um chulo, enfrenta a prisão por exploração de prostitutas, Zack (Tom Waits), um DJ, que acabou na prisão graças a uma luta e, por fim, Roberto (Benigni), um turista italiano, preso por um erro judiciário.

Roberto, com o seu temperamento cómico, vai encontrar pontos improváveis de convergência semântica para conversar com os outros dois. O resultado serão diálogos realmente grotescos e deliciosos, sempre na linha ténue que separa o grotesco teatral do absurdo e com uma forte vertente irónica: “I scream, you scream, we all scream for ice cream”.

Isto até Roberto encontrar uma passagem que permite aos três sair das suas celas e atirar-se de novo para o mundo real. Será uma oportunidade para tomar um pedaço da estrada juntos, partilhando ansiedades, planos e esperanças para o futuro. Daunbailò é uma máquina de disparates e humor durante este trajecto que explode do ecrã de forma hilariante. Um encantador road movie em que o diálogo e o elenco fazem quase metade do trabalho para Jim Jarmusch.

Rebels on the Mov(i)e #11 | Nazaré

Em Portugal, durante o Estado Novo, era difícil produzir filmes sob o clima de censura. Por esta razão, não se desenvolveu um verdadeiro movimento neo-realista em Portugal como noutros países europeus. Manuel Guimarães é um dos poucos realizadores que, apesar do regime fascista, tentou várias vezes representar o povo português através do cinema sem enfatizar os seus ideais nacionalistas.

Nazaré é um filme fantástico deste ponto de vista e um achado raro que nos mostra o quotidiano daquela realidade de pescadores nos anos 50 que, apesar dos mais de 40 minutos de cortes ao filme e discursos dobrados pela censura, ainda consegue mergulhar-nos nessa realidade agora perdida no tempo.

Um filme que retrata a história desta comunidade piscatória pobre da Nazaré, as suas tragédias, conflitos e dramas colectivos. António e Manuel Manata são dois irmãos pescadores muito diferentes. Um é forte e valente e o outro fraco e cobarde. A mulher de António sonha em construir uma casa e vai juntando pedra para a erguer, mas o dinheiro da pesca nunca chega para isso. Manuel tem uma relação de amor-ódio com o mar. Para mostrar a todos que é um bom pescador, reúne um grupo, pede um barco emprestado e lança-se ao mar em busca do seu sustento e para vencer os seus medos.

Pademónio Grandíssimo Live – Emissão #16

[Update – aqui o link ao podcast da emissão #16: https://www.mixcloud.com/radio-gabriela/pandemónio-grandíssimo-live-de-21-de-junho ]

Neste que será o penúltimo Pandemónio da temporada (bu-hu-huuuuuu!), continuamos a falar de tudo com todas. Vamos estar em estúdio com xs Left Hand Rotation e ainda com Fannie Vrillaud, Antonio Gori, Pedraugusto e Simone Carugatti a segurar as máquinas e os microfones. Vamos falar de:

– educação em Itália
– a importância da máscara
– uma volta ao mundo em 80 catástrofes, a mais recente intervenção dxs Left Hand Rotation
– a polémica do polícia bom é um polícia morto, uma reflexão da Rádio Paralelo com música dos Vai-Te Foder
– a Concentração pela dignidade dos sem abrigo
– uma canção de luta
– e ainda mais algumas canções da luta

Há sempre aquele momento bónus e aqueloutro, No Comment.

E podes sempre ligar para falar ao vivo e conviver ca gente, já sabes: 910565955 via WhatsApp!

Rebels on the Mov(i)e #10 | Feios, Porcos e Maus

Como o definiu o actor italiano Elio Germano numa apresentação numa praça em Trastevere, em Roma, Feios, Porcos e Maus é “um acto de amor para as pessoas desprezíveis, como que para dizer que é a barbaridade urbana que cria pessoas desprezíveis, e não as pessoas desprezíveis que criam a barbaridade urbana”.

Prémio de Melhor Realização no Festival de Cannes de 1976 “Feios, Porcos e Maus” confirmou Ettore Scola como um dos mais inspiradores cineastas italianos dos nossos dias. Na verdade, Scola é um dos mais nostálgicos impulsionadores da grande sátira social ao mesmo tempo que soube reinventar e evocar de forma notável toda a tradição poética, neo-realista e romanesca do cinema italiano. Debruçando-se sem paternalismos, sem análises sócio-políticas ou mesmo juízos morais, em “Feios, Porcos e Maus” Scola constrói uma sátira espantosa, hilariante, mordaz, sórdida, desconcertante e absolutamente amoral sobre o cruel e alucinante quotidiano de uma miserável família romana “das barracas”. Uma crónica de sabor trágico-burlesco que reflecte toda a miséria humana deste nosso “admirável Mundo novo” europeu, ocidental e rico através de uma farsa truculenta, de um humor irresistível e contagiante mas ao mesmo tempo de uma amargura e de um desencanto perturbadores.

https://ok.ru/video/251378993917

Pademónio Grandíssimo Live – Emissão #15

Brap! Brap! Brap! Neste fim de semana em que qualquer semelhança com um arraial é pura ilusão de óptica, vamos falar a muitas vozes a partir dos estúdios Sirigaita. Aos microfones, a comentar as actualidades e empurrar o tempo ao encontro das cidades futuras, Yussef, da Consciência Negra, Danilo, do sindicato dos Call Centers Tás Logado?, Sofia, da Habita, e os anfitreões Pedraugusto e Franco a misturar bem a salada. Vamos falar de luta, de interseccionalidade, dos media convencionais, do despejo ilegal da Seara – Centro de Apoio Mútuo de Santa Bárbara e das questões que este nos trouxe. Temos belas canções para ajudar à festa que é a luta, e temos todas as surpresas que um programa em directo sem guião inevitavelmente nos traz.

Rebels on the Mov(i)e #9 | Maradona

Diego Armando Maradona… quem mais? Decidimos incluir um documentário sobre La mano de D10S na nossa série Rebels on the Mov(i)e! Porquê? Estamos certos que as palavras de Emir Kusturica respondem melhor a esta pergunta: “Se Maradona não se tivesse tornado um futebolista, teria certamente sido um revolucionário como Che Guevara”.

Um documentário que tenta acompanhar a história extraordinária e humana de Diego Armando Maradona, um gigante do futebol e (ao mesmo tempo) vítima de si mesmo, do sucesso, da droga e do sistema. Porém sempre capaz de se erguer uma e outra vez das cinzas.

Realizado através de um acesso excepcional e directo a múltiplas fontes e graças também à atenção do próprio argentino, é um documentário absolutamente fabuloso. Porque Maradona é Maradona! Mencionado até por Paolo Sorrentino quando ganhou o Óscar pelo filme “La grande bellezza”, precisamente porque, segundo o realizador, ver Diego jogar ajudou-o a definir o conceito de Beleza.

Imaginar Geografias #5 Solum, Sanguis

Nesta última secção reflecte-se sobre as questões ligadas à cidadania, aos direitos políticos, sociais e humanos. Argumentos estes que constituem os fundamentos da democracia ocidental e que são hoje postos em causa face ao fenómeno migratório. Em muitos países da Europa o debate sobre que tipo de cidadania está a ser criada e como deveria ser regulamentada está mais do que nunca aberto. Solum, Sanguis é uma tentativa de propor alguns instrumentos interpretativos necessários para o enfrentar.

Solum, Sanguis é o quinto programa sonoro de Imaginar Geografias. Com: Dusica, Jorge Malheiros, Mamadou Ba, Pedro Matos, Roberto Nascimento, Samir Samimi. Música de: Khandahar – The Calais Sessions, Christian Luján, Léo Vrillaud.

Imaginar Geografias, trabalho multidisciplinar realizado por Julia Salaroli, Polliana Dalla Barba, Fannie Vrillaud, Marcus Neves.

Pademónio Grandíssimo Live – Emissão #14

Estivemos, como não podia deixar de ser, na grande manif de ontem contra o racismo e Resgatar o futuro e não o lucro e na de Quinta-feira, em que se gritou por cultura. Trazemos um cheirinho e muita pica desses lados com as nossas all surrounding reportagens. Imperdíveis! Estaremos ao telefone com a Ricardina Cuthbert, activista, moradora do bairro da Torre, um bairro no qual à luta contra a exclusão social se junta agora a luta contra a Covid. Tudo isto sem electricidade e parte do bairro sem água canalizada. Tudo isto nos leva a querer conspirar cada vez mais, e o Estado da Conspiração lá estará para responder a essa necessidade básica. E porque a luta também se faz com canções, os Cantacronache mostram-nos como é que isso pode ser, e a playlist da emissão dá-nos outras dicas. Temos sempre um ou dois poemas na manga e podes sempre ligar para dizer das tuas, para o 910565955 e/ou para o 913917797.

Rebels on the Mov(i)e #8 | Bamako

O assassinato cobarde de George Floyd trouxe uma chama de revolta aos países ocidentais, provocando levantamentos contra o racismo estrutural e institucional. Este clima motivou-nos a eleger, para esta semana, um filme do realizador africano Abderrahmane Sissako de forma a reflectir sobre a origem da questão racial, conectada, certamente, com a ocupação colonial de África.

Bamako retrata um processo da vida quotidiana da capital do Mali- que dá o nome ao filme. Durante este processo, opõem-se duas hipóteses sobre a génese da pobreza nos países africanos, mas também nos restantes países considerados subdesenvolvidos. De um dos lados considera-se que que o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional actuam em consonância com os interesses especiais das nações desenvolvidas; do outro lado sugere-se que a corrupção e a má gestão destas nações singulares é responsável pela actual situação financeira destes países.

Aliando um drama judicial e um retrato do quotidiano do Mali, Bamako enfrenta ambos os temas com igual habilidade, onde os protagonistas do filme, por serem escritores e filósofos africanos, se emancipam de um guião pré-estabelecido. Como apontamento, queremos ainda chamar à atenção para a força da cena do xamã africano cujo discurso não está legendado, como se nos lembrasse, mais uma vez, de África como continente sem voz, que ninguém quer ouvir ou tentar compreender.

Pademónio Grandíssimo Live – Emissão #13

Update: o podcast da emissão #13 – e o vídeoteaser

Hoje no Pandemónio Grandíssimo Live! #13 vamos estar com Minneapolis na cabeça e com:

– a Marilyn Monroe (fo real, honey bunniez!)
– A Habita e a Stop Despejos e o desconfinamento da campanha Escolher casa ou pão, não! – nem rendas nem dívidas!
– a Alice, uma das organizadoras da manif Resgatar o Futuro, Não o Lucro
– a situação da prisão do anarquista Gabriel Pombo, actualizada pelo Jornal Mapa
Coletivo Andorinha – Frente Democrática Brasileira de Lisboa
– Maxime Appuii e as lutas em França
– os Vintage Football City Tour – Lisboa em estúdio!
– os Cantacronache, na Canção de Luta #6
– a poesia de Sean Bonney, lida e traduzida por Miguel Cardoso
– e com quem mais quiser aparecer (podes sempre ligar para 910565955 e/ou para o 913917797 para mandar bitaites e pedir sons!)

Tudo salpicado por boa música, a actualidade e as reflexões inusitadas que têm tendência a surgir à volta da mesa da Rádio Gabriela.