A Propósito do 25 de abril: perguntas a Mário Rui Pinto

“Mantém-se a luta por uma sociedade sem dominação” Mário Rui Pinto, anarquista, editor da Barricada de Livros, esteve à conversa com a Rádio Gabriela a propósito do 25 de Abril. Tu eras um puto na altura, não? O que significou para ti? No dia do 25 Abril de 1974 tinha 19 anos e frequentava aContinue a ler “A Propósito do 25 de abril: perguntas a Mário Rui Pinto”

Um ano de Rádio Gabriela

A Rádio Gabriela nasceu em Março de 2020. Já passou um ano. Fizemos reportagens, entrevistas, crónicas, debates, programas de autor, sugestões de filmes, livros e leituras, reflexões políticas e sociais, horóscopos críticos. Tudo bem regado com música. Conversámos com dezenas de trabalhadores de várias áreas, activistas, investigadorxs, artistas, militantes, poetas, sobretudo gente que habitualmente não tem vozContinue a ler “Um ano de Rádio Gabriela”

“demarcação de língua”

Um poema de Douglas Pompeu sobre a demarcação das terras indígenas no Brasil. demarcação de língua na minha língua se diz terracomo quem diz casacomo quem diz ventre voltaou fica como quem diz nósou como se andar descalçofosse dar as mãos e nadaentre o chão e o corpose encontrasse fora do lugar na minha terraContinue a ler ““demarcação de língua””

“Fellow Prisoners” de John Berger – Uma reflexão sobre o presente como prisão.

John Berger morreu em Paris nos inícios de 2017. Tinha mais de noventa anos. Num dos seus livros mais belos,Here is Where We Meet, que começa na sombra do cipreste horizontal do Príncipe Real e que tem como cenário memorável o Aqueduto das Águas Livres, Berger explica que os mortos convivem com os vivos eContinue a ler ““Fellow Prisoners” de John Berger – Uma reflexão sobre o presente como prisão.”

E a habitação, caramba?

O colectivo Stop Despejos, escreveu uma carta ax futurx presidentx da República Portuguesa, na qual questiona o facto do tema da habitação não ter sido (praticamente) tratado nos debates e nas campanhas dos partidos políticos. O colectivo relembra ainda nesta carta o estado lamentável das habitações, com problemas de aquecimento, humidade e de qualidade deContinue a ler “E a habitação, caramba?”

Livro: “If They Come in the Morning – Voices of Resistance”

Partindo do encarceramento de Angela Davis e das lutas que o rodeiam, esta coleção de textos leva-nos para uma análise mais abrangente e minuciosa do sistema prisional dos Estados Unidos e dos seus objectivos capitalistas.
Apesar do oceano que nos separa, e do meio século decorrido desde a escrita dos textos, é a sua atroz pertinência que torna esta leitura fundamental.

Teletrabalho: uma visão 360º…

1.      Introdução Num contexto laboral em constante mutação devido sobretudo ao desenvolvimento tecnológico, questões capitalistas e imperialistas à escala mundial acentuadas pela globalização, esta mutação torna-se cada vez mais recorrente. São as alterações constantes que surgem no trabalho, tanto em termos de abrangência transversal – em que são englobadas cada vez mais pessoas e territórios,Continue a ler “Teletrabalho: uma visão 360º…”

A propósito do aniversário de um espaço auto-gerido.

A Sirigaita é uma associação cultural situada em Lisboa, no Intendente, no início da rua dos Anjos. Muitos colectivos autónomos – feministas, anti-racistas, anti-fascistas, ambientalistas, LGBTQ+, grupos de apoio mútuo, grupos artísticos – ali reúnem, debatem, fazem assembleias e preparam acções. É ainda a sede da associação Habita, que luta pelo direito à habitação. Neste lugarContinue a ler “A propósito do aniversário de um espaço auto-gerido.”

Direito a existir, liberdade para ser e fazer acontecer…

Após um longo processo histórico passando pelo Cilindro de Ciro (539 a.c.), Carta Magna (1215), a Petição de Direito (1628), a Constituição dos Estados Unidos (1787), a Declaração Francesa dos Direitos do Homem e do Cidadão (1798), e a Declaração dos Direitos dos Estados Unidos (1791) chegámos aos direitos humanos atuais. A Declaração Universal dosContinue a ler “Direito a existir, liberdade para ser e fazer acontecer…”

Passeio no Rossio – impressões no toque de recolher obrigatório

É dia 14 de Novembro de 2020 e são 12h30. Saímos dos Estúdios Sirigaita e dirigimo-nos ao Rossio, curiosos para ver com os nossos próprios olhos como corria a manifestação em Lisboa, depois da de anteontem no Porto, mas também testemunhar o efeito de uma cidade que entra num recolher obrigatório, em plena luz doContinue a ler “Passeio no Rossio – impressões no toque de recolher obrigatório”

Quando salta a tampa: o que se passa em Itália

Notas escritas a quente sobre a súbita onda de mobilização e conflito que está a aquecer a Itália – por Tano “Que” Festa A curva dos contágios enlouqueceu e desta vez não é só a Lombardia ou Milão. Desta vez, o vírus espalha-se um pouco por todo o país, os hospitais estão sob pressão eContinue a ler “Quando salta a tampa: o que se passa em Itália”

A luta da Habita nos dias de COVID e mais além

Habita! Associação pelo Direito à Habitação e à Cidade Quando a pandemia começou há mais de um mês atrás, nós na Habita estávamos empenhadas numa grande batalha contra a Câmara Municipal de Lisboa para impedir os despejos da habitação social no bairro Alfredo Bensaúde. Ao nosso lado tínhamos os habitantes do bairro, muitas pessoas solidáriasContinue a ler “A luta da Habita nos dias de COVID e mais além”